Cante sabiá

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias diversas | 31-10-2011

Cante sabiá Cante sabiá ao amanhecer. Traga com seu canto o encanto de viver. Sua melodia  que irradia pelo dia, ouço seu canto,escrevendo poesia. Cante sabiá…adormeça nossa dor traga ao nosso coração muito  amor. Faça de teu canto um hino de saudação para um novo arraiar de muita emoção. Cante sabiá… traga junto ventos de carícias daqueles [...]

Lágrimas que secam

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias diversas | 30-10-2011

Lágrimas que secam Muito cansada muito… Meus olhos não me obedecem. Peço para pararem de chorar…não param. Peço para dormirem não dormem. Peço para não enxergarem e enxergam. Peço para brilharem…escurecem. Mas durante o dia dois colírios irão renovar sua vitalidade. Olhinhos acesos vão cobrar dos meus amor…paciência e alegria . Serão derrotados pelo : -clamor de olhares [...]

Chuva de paz…

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias românticas | 30-10-2011

Chuva de paz…   As vezes pensamos que somos tudo para as pessoas que amamos. Achamos que estar  alí já é o suficiente. Nos esquecemos as vezes de pequenos detalhes , quando vemos uma tormenta cai sobre nós.   Que uma chuva de paz Caia. Inunde de alegria  teu coração . Que toda a tristeza saia, deixando -te  [...]

Amor em pedaços

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias românticas | 30-10-2011

Amor em pedaços   Passo a manhã olhando da janela você passar. Meu amor estou a te observar .Amor meu quero beijar e   tocar  rosto teu Observo seu andar ,sinto uma vontade de te chamar. Fico calada ,seu perfume percorre  meu corpo. Quero  sentir teus beijos Passo dia pensando Quero matar meus desejos. Abaixo meu olhar que se [...]

Bruxinha

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesia- infantil | 28-10-2011

Bruxinha     Sacode a vassoura,bruxa malvada Vai por aí  espantando todo mundo. Derruba o menino no meio da calçada. Mas num instante acaba sumindo. Não para quieta , ela é muito levada. Um dia destes escondeu minha peteca. Não tem educação é muito mal criada. Passou correndo e sujou minha boneca. Mamãe falou: …”Não chore [...]

Âncora

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias românticas | 28-10-2011

Âncora Ancore em meus braços ,razão de coração teu. Serei seu porto onde âncora lançada ,prenderá afagos de abraço seu, em corpo frágil ,ao meu. Múrmurios de carícias se ouvirá,em mim   naufragará.     Que batam todas as ondas em âncora que nos atiçará. Ficaremos juntos  de  gaivotas   que voarão festivas assinalando chegada de embarcação [...]

A sombra e a morte

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias diversas | 27-10-2011

A sombra e a morte     Mancha negra aos olhos que debulham Curiosos que procuram por sua forma Confusa ,côncava ,linhas que se espalham Outra essência  ao seu bem ver ,se contorna. Reflita…   exponha  “ego” mais sombrio Parte que mostra  animalesca personalidade. Desfia vida em pormenores a fio, buscando interior em toda a sua sobriedade. Projeta-se em outro  [...]