Ser ou nĂŁo ser

0

Postado por Regina Ferreirinha | Diversas | 05-08-2017

O fogo arde.
A criança chora.
O reporter olha
Na tv não há quem fale.

 

 

É a burguesia que bate na mesa
NĂŁo quero cidade que cheira gente.
Vestem manto de realeza
Na tv alguém descaradamente  mente.

 

Vagabundo..
Deixe espaço quero passar.
O perfume tem que espalhar.
Aroma francês, vá embora .

NĂŁo Ă©s humano.
Vá para outro lugar.
Humanista vá se lascar.
Teu grita me amola.

Choro se cala.
Pelos cantos a fome
Não há SOL,pobre some
Não há quem o console.

 

 

Quem sabe um dia os humanistas serĂŁo respeitados em seu grito pelos desamparados.

 

Regina Ferreirinha 05-08-2017

Comentar