Datas cívicas de maio

    Datas  cívicas e comemorativas de Maio     01 –...

Leia Mais

Praia das Figueiras—-Bonito—MS

0

Postado por Regina Ferreirinha | Acrósticos | 20-09-2014

P raia de areia branca e fina.
R ealça com majestosa exótica.
Á rvore que acolhe redário, paisagem.
I mpossível não deslumbrar-se com ótica.
Á gua transparente ao lado pinta.

.

D eixo-me elevar,
A nte tamanha
S ublime momento para apreciar!!!

.

F echo os olhos e sonho.
I nteriorizo esplêndida grandeza.
G uio-me lentamente pela natureza.
U m breve momento risonho.
E spelho-me em  púrpura água.
I ntenso movimento de cardume
R espingando e molhando meus braços.

A dmirada tento pegá-los em mergulho.

S ão tantos!!!Deslumbro-me com vida que nada.

.

Regina Ferreirinha

 

 

 

Bonito

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias natureza | 04-09-2014

 

No centro do gigante, agigantas
Formadas por conchas e algas
por onde água cristalina canta.
Entrelaça-te entre vales rochas calcárias.
Sua beleza interior encanta.
Enquanto pequenas vidas dão vida,
espalhando semente antes do sol nascente.
Bonito, que bonito ver.
Terra de muito colorido
Formada no meio da serra.
São muitos seres,
Farra da natureza, cantinho que é tido
Como um paraíso para o homem VER!

 

 

Regina Ferreirinha

Sonhos de amor!

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias românticas | 04-09-2014

imagem-retirada na enternet

O vento passa
Leva tudo e arrasta.
Arrasta, as folhas secas
madeira torta… não importa.
Tudo se renova
Novo dia…nada na vida deprecia.
Mas tem algo dentro de mim
Nem vendaval dá fim
A este sonho embebecido
Talvez entristecido.
E até meio adormecido…
Latente dentro, enfim
Fica apertadinho
Quentinho, em meu peito.
Não tem jeito.
Vai o vento.
Fica no coração…um alento.
Um dia me amou.
Em minha mente FICOU!!!

.

Sonhos de amor.!

 

 

Regina Ferreirinha

Pura…

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias natureza | 02-09-2014

Branca pura,  como a água cristalina que corre da Nascente... na praia em ausente. Branca pura, jogada à areia e na baixa maré espera, tão frágil que é ao Sol escurece. Aos olhos desaparece. Fica a pureza tão bela natureza. Marcando secura por falta de tua delicadeza.  Regina Ferreirinha.

 

Branca pura,
como a água cristalina que corre da Nascente…
na praia em ausente.
Branca pura,
jogada à areia e na baixa maré
espera, tão frágil que é
ao Sol escurece.
Aos olhos desaparece.
Fica a pureza
tão bela natureza.
Marcando secura por falta
de tua delicadeza.

.

Regina Ferreirinha.

 

Jeito de amar…

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias românticas | 01-09-2014

Foto: Uns dizem: EU TE AMO. Outros sabem AMAR!!!!

imagem retirada na internet.

 

Preocupar-se com alguém
é a mais verdadeira pureza de sentimento…
Ao ler cheguei!
Uma sensação invade…
coração bate.
E dizemos em nosso interior:
-Que bom!
É isso mesmo. Que bom está aí!
Eu aqui a dizer-me:
-Cuide-se sempre..
E assim passam os dias… vamos tocando a vida
Distante.
Mas sempre….sempre no pensamento…
Por todo momento.

Atravessei até minha própria resistência.
Fingi não enxergar…
Com muita paciência.
Só soube te amar.
Não existe nada mais sincero neste meu jeito de sentir.
Está  dentro de mim?
Sentimento…que é meu. e me faz sorrir.Só meu!
Tu aí em seu lugar…Não faz mal.
Só sei te querer bem.
Meu bem!

 

Regina Ferreirinha

Seca…

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias natureza | 28-08-2014

 

Crisântemos, cravos…ornamentos.
em terra ardente sem fecundação
Não sente mais perfume, ardem momentos.
Sem canto na primavera, triste desolação.

.

Olho os campos onde lírios não germinam
Sopra o vento , arrasta folhas secas
Num calor intolerável, breves sonhos terminam.
Saudades das espaçosas sombras frescas.

 

 

Regina Ferreirinha

Porta aberta….

0

Postado por Regina Ferreirinha | Poesias diversas | 22-08-2014

Foto

 

 

Abre a porta cinderela, venha ver o Sol aparecer.
Sua porta é a entrada deste céu  de nuvens a bailar.
São caminhos  estrelados.
Venha…seu pezinho a grama vai esverdear.
Vem…
Vem…Dê-me suas mãozinhas
Quero sempre ao seu lado estar.
Vem…
Vem…é tão doce a vida está a esperar.
Caminhemos…em busca de um destino alusivo
ao nossos ideais de pais.
Minha linda flor cante e leve paz ao seu destino
Ficarei ao longe e tu em coração comigo.
Ouvirei aos seus murmúrios de felicidade .
Sentado nesta pedra sorrirei
enquanto suas maõzinhas carinhosamente  flores irão colher .
Dance…
Dance… minha menina…a vida está a te esperar.

 

 

Regina Ferreirinha